Resumo do Guia de Resposta de Emergência

A Universidade Tufts produz um Guia de resposta de emergência em inglês que fornece orientações detalhadas para uma variedade de tipos de emergências que podem ocorrer no campus da universidade. Este documento contém um resumo das informações mais importantes em . Fale com o supervisor caso tenha quaisquer dúvidas.

Como e quando pedir ajuda

A informação mais importante que se pode precisar em uma situação de emergência é o número de telefone dos serviços de emergência do campus (polícia universitária, bombeiros, serviços médicos de emergência).

Para contatar os serviços de emergência, disque 66911 de qualquer telefone no campus ou 617-627-6911 do celular. Use este número de telefone para dar fim a um crime, relatar um incêndio ou salvar uma vida.

A primeira pergunta que lhe será feita é: “What is the address of the emergency?” (Qual é o endereço ou o local da emergência?) Você deve fornecer o local e o tipo da emergência.

É possível também alertar os serviços de emergência do campus pedindo ajuda pelos “telefones de luz azul” encontrados em todo o campus dentro de caixas cinzas protegidas contra intempéries e marcadas por luzes azuis. Ou pode pressionar os botões de emergência azuis encontrados no interior de muitos edifícios, incluindo a maioria dos átrios residenciais e alguns escritórios administrativos.

TuftsAlert (sistema de alerta de emergência)

No caso de uma grande emergência ou situação perigosa envolvendo uma ameaça imediata à saúde ou à segurança da comunidade Tufts, a universidade notificará a comunidade por meio de um dos vários métodos. O TuftsAlert é usado para notificar alunos, professores e funcionários, enviando alertas de texto, voz e e-mails com informações que podem ser cruciais para sua segurança. No entanto, é necessário fornecer suas informações de contato para ser incluído no sistema. Suas informações de contato só serão utilizadas para contatá-lo no caso de uma emergência. Acesse seu cadastro em emergency.tufts.edu/alertupdate ou forneça o número do seu celular ao supervisor para se cadastrar para receber mensagens de emergência do TuftsAlert.

Segurança contra incêndio

Em caso de incêndio, o mais importante a fazer é SAIR DO LOCAL.
Ande até a saída mais próxima; não use elevadores.
Se estiver em meio a fumaça, fique de joelhos e engatinhe até a saída mais próxima.
Prenda a respiração o máximo de tempo possível e respire por um filtro, como uma camisa ou uma toalha.

Emergência médica

Em todas as situações de emergência médica, ligue primeiro para os serviços de emergência do campus no 66911 ou 617-627-6911 de um telefone celular. Em seguida, preste toda a assistência, conforme detalhado abaixo.
Recomendamos o treinamento em ressuscitação cardiopulmonar ou RCP para todos. Saiba mais sobre RCP usando somente as mãos em espanhol em http://youtu.be/UdWGbzWsxI8

Reações alérgicas

A vítima de uma reação alérgica pode apresentar inchaço, dificuldade para respirar, pruridos, choque e até a morte.

Convulsões

Não prenda a vítima durante o ataque nem coloque nada em sua boca. Afaste móveis para longe da vítima. Ao final da convulsão, coloque a vítima de lado.

Ataque cardíaco

Os sintomas incluem desconforto no tórax, dor intensa no peito; desconforto em outras áreas da parte superior do corpo como braços, costas, pescoço, mandíbula ou estômago; falta de ar; suor frio; náusea ou vômito; tonturas. Monitore a vítima e faça a RCP se a vítima deixar de responder ou não estiver respirando normalmente.

Apoplexia

Um acidente vascular cerebral é um coágulo ou sangramento no cérebro e é uma emergência médica grave. Os sintomas de um AVC são fraqueza facial, fraqueza no braço e problemas de fala.

Lesões

Informe o supervisor sobre todas as lesões que ocorrerem no local de trabalho.

Sangramento

Controle o sangramento aplicando pressão direta sobre a ferida com uma atadura de gaze ou um pedaço de pano até que o sangramento pare ou o pessoal de emergência chegue. Evite o contato com o sangue de outra pessoa usando luvas médicas.

Queimaduras

Se for causada pelo calor, resfrie a queimadura em água corrente fria. Não use gelo e não estoure as bolhas. Se for causada por eletricidade, não se aproxime nem toque na vítima até que a energia seja desligada. Se for causada por produtos químicos, remova a roupa contaminada. Se a pessoa foi exposta a um ácido ou um álcali, lave bem a pele ou olho com água.

Ossos quebrados

Não tente mover a vítima. Aplique uma mistura de água e gelo na área lesada, certificando-se de colocar uma toalha ou pano sobre a pele para protegê-la. Não tente empurrar os ossos ou tecidos de volta para a pele.

Hipotermia (queda da temperatura do corpo)

Comece a aquecer a vítima, levando-a para um local aquecido. Tire a roupa molhada. Cubra a vítima com roupas e cobertores secos.

Congelamento

Congelamento é o dano causado à pele pelo frio extremo ou por longos períodos de exposição e geralmente afeta mãos, pés, nariz e orelhas. É caracterizado pela descoloração da pele e pode incluir entorpecimento ou dores intensas. Não tente voltar a aquecer a parte do corpo afetada se estiver perto de receber auxílio médico ou se houver a possibilidade de a parte do corpo voltar a congelar. Tire a roupa molhada e cubra a vítima com roupas e cobertores secos.

Emergência devido ao calor

Inclui cãibras, fadiga e insolação por excesso de calor. A maioria das situações de emergência relacionadas ao calor pode ser prevenida bebendo água regularmente e se abrigando em locais fechados durante as horas mais quentes do dia. Remova a vítima para um local fresco. Desaperte e tire a roupa. Ofereça à vítima uma mistura de carboidratos com eletrólitos (por exemplo, suco, leite) se a vítima estiver consciente e alerta.

Derramamentos químicos

Caso encontrar um derramamento de produto químico, ligue para os serviços de emergência do campus em 66911. Não tente limpar a área sem auxílio. Somente pessoas especialmente treinadas devem limpar derramamentos. Proteja-se e as outras pessoas aconselhando-as a ficarem longe do derramamento até que a ajuda chegue.

Desastres naturais

Forte tempestade ou tornado

Quando ouvir um trovão ou vir um relâmpago, entre imediatamente e permaneça dentro do recinto até 30 minutos após o último trovão. No caso de um tornado, procure abrigo em uma área fechada, sem janelas, no centro de um edifício, no porão ou no andar mais baixo. Se não for possível chegar a um local interno, afaste-se de árvores e linhas de energia e procure o local mais baixo possível do terreno, como uma vala. Deite-se e cubra a cabeça.

Terremotos

Terremotos são muito raros em Massachusetts, mas podem ocorrer. Se o chão começar a tremer, abaixe-se até o chão imediatamente, procure uma cobertura debaixo de uma escrivaninha ou mesa resistente e mantenha-se nesta posição até que o movimento pare.

Procurar proteção no local


Em alguns casos, pode ser mais seguro “se proteger no local” do que evacuar um edifício, especialmente durante atividade criminosa violenta. Se for possível sair da área com segurança, você deve sair da área. No entanto, se receber uma mensagem de emergência da universidade orientando-o a “se proteger no local”, você deve permanecer no local, bloquear e colocar obstáculos nas portas do seu local atual, se afastar de todas as janelas e portas externas, fechar as persianas, apagar as luzes e colocar o telefone celular em modo silencioso. Permaneça no local até ser informado de que é seguro deixar a área.

Para mais informações sobre preparação para emergências:

http://emergency.tufts.edu/
http://www.ready.gov/